Viver é atravessar o Mar de Dentro. Elke Lubitz

domingo, 17 de maio de 2015

Vislumbre

Escrever é um ato

consumado,

rente ao precipício

Quisera libertar-me

Do vil ofício

- Insano,

Palavras e sombras

Densas

Galgando espaços

- Outros,

Matam-me aos poucos

Os vãos entre os signos

E eu crucifico

o Verbo à Sombra

De toda e qualquer

Densidade

- Na essência bruta de uma
E
t
e
r
n
i
d
a
d
e....

(elke lubitz) imagem: Jose couto


domingo, 3 de maio de 2015

Ao que lê

o poema

é um

pouso de alma

na palavra

de todas 

As 

Coisas.

(elke lubitz) fotografia: Cristina Coral

Cotidiano


Quereres

Lumes

Loucos

Oscilantes

Breus

Do abismo

Ao topo.

(elke lubitz)  fotografia: Izabel Demarchi