Viver é atravessar o Mar de Dentro. Elke Lubitz

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Lucidez

Foi tomada por assombros
rota costumeira
da poesia

Desaprendeu a dor
melancolia,
do que
era doce , não

Tinha, do que
era cristal ,
Ficou retina

Lúcida, lúcida feito
louca de vidro!!!

(elke)


Tons


vidinha demodée
vestida no
avesso
plisée

me diz
Pra que
pra
que?

tons inVersos
degradée

Degradée

(elke)

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Amuada


Lua amuada
grama suada
com bafos
do céu

Balança a
folha de
papel,

Penas no ar:
Sozinho-me...

(Elke)

Botão


Ao ser


Lá no lugar das asas
nascia flor,
quando prá lá
tu flores
Asas sementes
espalharão
Quando eu flor e tu flores
e todos serão.

(elke)

Em nome do Pai



Um olho faz
poesia

Outro ouve
o que não
queria

Minha escuta
É míope
floração

Todo o dia
em nome
De
Um
Pai!!!!

(elke)

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Repartida




Parte de mim se
reparte;
parte em partes

Me componho de
tantos "nadas" ,
em repartidas

De tudo me
Aparto...

(elke)

domingo, 18 de agosto de 2013

Enleios



Ontem


.





Era um corpo etéreo,

 Morava na superfície

 das nuvens


 Detinha mínimos

 desejos humanos


 Costumes de beijar 

 O sol com ardência

 Tanta...


 Não perdera da terra

 espírito de enleios

 Querências

(elke)

Deter (gente)


Deter (gente)


 Remover manchas

 de engorduradas

 mágoas , obesa

 é a ingratidão; 

 Deter Gente

 sim, ou não...

 Solução


 (elke) arte Andrew Lucas

Agridoce

Mistura agridoce
é cheiro
cor, sabor ...
pintura,

felicidade pós
gris refrão,

poema em estado
líquido,pronto
à
evaporação...

É nuvem agora

(elke)  ilustração: Edilberto Djuba Pires

Aluados , fotografia de Marselha Zakhia

Havia plumagem cansada

 guardada na estrada,


 Pouso

 pauta

 pó


 Rotas noturnas

 ladeando

 luas


 Em penas mutantes,


 leves

 livres


 Pássaros aluados, não existem

 como

 a

 n

 t

 e

 s

(elke)  fotografia Marselha Zakhia

sábado, 17 de agosto de 2013

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Ser

Lá no lugar das asas

 nascia flor,

 quando prá lá

 tu flores

 Asas sementes

 espalharão

 Quando eu flor e tu flores

 e todos serão....

(elke)

Tempo



Tempo 






O tempo era feminino

 Matriz dos dias, 

 Criador das horas

 Gesta o futuro

 sem pressa alguma

 nenhum segredo``

 É feminino, só o nome

 É de menino 

 No fim do tempo 

 Ficam os nomes

 Sempre , meninas

 São as memórias....

 As histórias.....


 (elke)

 

Novelas



era um

 novel(o)

 mexicano

 trama de amor 

 paixão e 

 lã...


(ell) 

Lua Alada

Havia plumagem cansada

 guardada na estrada,


 Pouso

 pauta

 pó


 Rotas noturnas

 ladeando

 luas


 Em penas mutantes,


 leves

 livres


 Pássaros aluados, não existem

 como

 a

 n

 t

 e

 s


 (elke)

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Pirações

os sonhos

 são

 As

 pirações


 com um eu

 ao meio


 Sou recheio....

(elke)

Das Fatias


Tinha em suas mão fatias de 

 Lua,

 Abria toda folha 

 nas páginas 

 do céu,


 Pra cobrir de fatias

 a poesia,

 palavra crua,


 A subverter as folhas

 tristes , dobraduras de um

 poeta

 a viver dentro do

 papel


 (elke)

 

Eu Li


Pássaro incontido


 desafiador de


 Horas e ventos,


 Abre o coração


 Ao trinado de 


 Um poema...


 "Bem que te li" 


 (elke)

Lucidez




Com (cordas)

 que não

 sou lúcida,


 Para medidas 

 Normais,

 Mas, quais??????????????????


 (elke) arte Elle Moss

 


terça-feira, 6 de agosto de 2013

Hidratação


Respirei com os

 Poros do poema

 Pele úmida,

 hidrato meu dia

 alegria.....

 Derme macia,

 minha poesia!!!

domingo, 7 de julho de 2013

Miragem


Conte sua história

 na frente do espelho

 ele não fica 

 não, nem

 Vermelho

 Nariz não cresce,

 Confiança some,

 Ando até tosca

 tonta mosca

 Sem nome....

 

 Meu grito é de paz, quero meus versos 

 Outra vez

 the end , feliz!!!


 (elke)  arte: Eva Besnyo

Estiagem

Estiagem verbal 

 rota de ausências,

 manto da noite


 No céu dormente

 da boca 

 MUDA....


 Espreitam solitários

 sorrisos estelares

 de brilho invisível


 em água turva

(elke)

sábado, 6 de julho de 2013

Ave

Bem te vi teu coração

 não me viu

 Partiu,


 Na encosta da tua

 Asa,

 Me fiz ave, rara...


 Em casa, sonhando asa,

 Ave rara, poesia.


 (elke)  Arte: Carla Mascaro
caro

Sumo

Apareço, sumo

 supra sumo,

 vida


 Resumo

 ópera

 arte


 Não é bem

 de 

 Consumo


 (elke)

Partida

Ao partir me reinventam melhorada, espero...

 Apareço em holografias vestida de flor


 Um certo tema, eternidade

 vira moda, talvez o amor...


 Espero...

(elke)

Relógio


xO tempo

 não passa,

 Passamos sobre

 ele

 e...


 Todos os ponteiros

 nos relógios

 passam

 pela vida

 Envelhecendo....


 (elke)

Gaiola

Via todas as galáxias através da gaiola 

 dourada,

 Mundo todo não

 tem preço

 não, nenhum

 É quase nada...

(elke)

domingo, 30 de junho de 2013

Som

Sou instrumento

 cavaco, oco

 cavo, vago

 pouco, instrumento

 Louco, cavando

 as bordas de 

 um silêncio

 Novo... 


(elke)  arte: Sylvia Sivi

Dos medos

Bordados delicados em linhas

 coloridas, versos

 doloridos, perfilados

 em coreografia...

 Meu medo canalizado,

 minha coragem única

 PoEsia...


 (elke)

sábado, 29 de junho de 2013

Sabores

Saliva

 lasciva

 oscila

 assola

 assume e

 some...

(ell)

Alma (Um poema de Eduardo Ramos)

qual o tempo 

 razoável

 para o

 fim

 de

 um sonho...?


 o tempo

 que durar

 a alma...

Plantação


Vou enterrar poemas no quintal

 brotam um dia

 Florescem poesia...

 

 (elke)



 Arte - Brooke Shaden

Fresta

Uma porta aberta

 Ou

 Fresta;

 Um passo 

 quer entrar.

(elke)

arte: Keit

Poema de Geu Colicchio



Saudade


 Recorte

 do 

 cartão postal

 da

 memória 


 Dobra

 dura

 da 

 doce 

 lembrança 

 [Angel Colicchio]

Pena Perdida


xEsta minha pena hoje

 Perdida, fica procurando

 Feito uma colher

 Um resto de comida...


 Não tem prato

 ou

 Papel neste vazio

 do Verbo


 Eu fico perdida

 feito pipa sem linha

 Nesse céu de versos


 Incertos....

(elke)  Imagem cedida por Mara Nibra 

Calmaria

Devastado território d' alma, inquietação latente,

 Pulsar nas veias, na teia dos versos;

 Um quase sopro

 Me acalma...

(elke)

Arte Elena Shumilova

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Sopro


Na lira o artifício,
 liberta e prende

 Asas de um sonho,
 abismo de palavras
 Pende
 
 Cordão do céu,
 liberdade fria
 jorra no papel....

 (elke) Arte Yudhis Chr

Mar

  1. Ensurdece(dor)
    verbo imperativo: AmAr

    Dor de Mar
    amar
    Não faz

    Barulho...Marulho

    (elke)

    Tela de Giovnni Allievi

Batom

  1. Passou logo cedo um batom Per(Verso)
    Per(Vertendo) poesia
    Na pele do dia
    Calada e fria
    Cai a boca da noite....

    (elke)

Noir

  1. O amor
    Não está no
    AR
    Vive nos
    ... Poros da
    noite do sonho
    Noir

    (elke) 27.06.13

Borboletas (Leitura de imagem)


Palavras sedosas 

 Pausas e pousos

 Metamorfose da alma


 Poesia vem e acalma

 Pausas e pousos

 Arranham o infinito


 desaba em ti o meu grito!!!


 (elke) 27.06

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Pássaro

Por vezes ele se achava
Pássaro e treinava o bico
Em cantorias
Distantes

As árvores acordavam
... seu braços
confabulavam nuvens

Por entre as manhãs....

(elke) leitura de imagem

Fio

Perdi um fio
de cabelo
PoeSia

Coloquei na
Agulha,
Bordei.....

(elke)

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Viramundo

Guardei meus hemisférios,
retrocedi
vira-mundo

Medi as latitudes,
corpo a corpo
transgredi

Cantei em Control Versos
equidistantes,
não desisti

Poesia
geografia
taquicardia

Eu vivi    ...(elke)   arte: Sandra Strazdaiter

Flashes

Fotografias são " flashes " de eternidades. (elke)

Arte: Lori Preusch

Avidamento

A vida
Ávida
Te laça

A vida
há vida
Ávida

Te abraça
disfarça
se esvai
e

sai....