Viver é atravessar o Mar de Dentro. Elke Lubitz

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Lua Alada

Havia plumagem cansada

 guardada na estrada,


 Pouso

 pauta

 pó


 Rotas noturnas

 ladeando

 luas


 Em penas mutantes,


 leves

 livres


 Pássaros aluados, não existem

 como

 a

 n

 t

 e

 s


 (elke)