Viver é atravessar o Mar de Dentro. Elke Lubitz

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Rastro

Deita os cansaços de cingir estrelas e adormece, areia do tempo nas abas da noite.
mar a dentro.
são todos os sóis no limiar da aurora.
Um tempo, dois tempos e não mais.
...
São as aves que aportam nos braços da chuva, e agora ?!!
_ Continuas caminho, vasta vereda , e nunca mais....

elkelubitz  img jose couto