Viver é atravessar o Mar de Dentro. Elke Lubitz

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Carambolas

Por conta das carambolas feito estrelinhas na sobremesa dos dias, era uma infância rica, como estrelas de ouro.
Come-las assim, boca infantil de esperança é riqueza sem fim no umbral da memória. Por conta de morro escalado é que nascia aventura, no giro do mundo a tontura. Por conta das feridas e tombos é que se fazia crescer com barulho de chuva uma infância de sol. Por conta dos " desinfinitos" do mundo é que eu não quero crescer. Porque aqui o que é infinito fica bem longe....A viagem é
muito perigosa.
**
elkelubitz