Viver é atravessar o Mar de Dentro. Elke Lubitz

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Companhia




Nos dias 

 mãos em grafites

 sozinho-me


 Hóstia em papel

 letras bentas,

 sozinho-me


 ante o paraíso

 ventos em folhas

 sozinho-me


 Atrás do conto do dia;

 Pierrault

 ou a fábula

 da noite,


 La Fontaigne

 o sonho

 acabou;


 Sozinho-me...


 Arte: Stephanie jager  Texto: Elke Lubitz