Viver é atravessar o Mar de Dentro. Elke Lubitz

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Vertente

Sentimento aerado

 um presságio

 a dor do mundo


 fendas,


 o doce estragado

 na boca,

 masco a saliva

 engulo sangue


 a dor da voz não verte

Mel de alegria...

(elke)