Viver é atravessar o Mar de Dentro. Elke Lubitz

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Retalhos

Ri das dores, inflado peito

 gargalha, debocha

 estraçalha


 Folhas, penas,

 coisas pequenas


 Ri deste azul opaco

 íris sem rosto,

 boneca de pano

 ondulada ironia


 esboça e destroça

 um coração de engano

(elke)